Portugal foi a votos…

Faz domingo exactamente 1 semana que os Portugueses se levantaram da cadeira e foram até às urnas. Quer dizer pelo menos aqueles que se dignaram a dar-se ao trabalho.

Tenho pena que muitos portugueses nem sequer se preocupem em escolher quem os vai governar nos proximos 5 anos, 5 anos esses que vão ser extremamente complicados completamente recheados de austeridade.

Depois caro quando é para protestar vem tudo cá para fora e fazem das manifestações autenticos circos mediaticos.

Preocupa-me que o pais não esteja bem, sou sincero preocupa-me bastante. Se hoje existem quase 600.000 desempregados quantos existirão daqui a 2 anos quando as verdadeiras medidas do acordo com o FMI se começarem a notar em todas as empresas?

Se as empresas já hoje tem dificuldade em receber, e por consequente, em pagar(seja a fornecedores seja a empregados) que podemos esperar delas nos próximos tempos.

 

Portugal tem capacidade para passar por cima disso. Temos gestores dignos desse nome, o grande problema é estarem perdidos em PME’s e não a governar o país.

 

Até há pouco tempo tive oportunidade de trabalhar com alguém com uma grande capacidade de gestão financeira, mas tal como muitos outros gestores encontra-se subjulgado pelos seus administradores muitas vezes eles próprios deitando por terra a excelente gestão feita por essa pessoa. E esta pequena realidade é a que se passa em todo o Portugal. Não tenho duvidas ao afirmar que Teixeira dos Santos foi um excelente ministro das finanças, acredito que por ele não estávamos na situaçãoo que estamos, mas infelizmente o seu “chefe”, o nosso grande Eng. José Socrates, com a sua teimosia (que nem sempre foi algo negativo, há que o admitir) tardou no pedido de resgate e agora estamos simplesmente sem tempo para aplicar uma parte das medidas que a troika impôs até ao fim do mes de Julho…

 

Só espero que Pedro Passos Coelho tenha a capacidade de conseguir negociar um pouco mais, pois não quero acreditar que a margem de manobra seja completamente nula, alguns prazos com a troika devido ao facto de estar a constituir governo…

 

 

Neste texto gostaria de referir apenas 2 adendas:

  • Congratular o marcoense Luis Vales pela sua eleição directa a deputado da Assembleia da Republica
  • Desejar que esperava que a palhaçada eleitoral, perdão a campanha eleitoral, tivesse sido mais focada em discutir as soluções para recuperar o pais do que andar a mandar bocas uns aos outros…

 

E agora se me dão licença vou tomar o café que me serviram já depois de começar a escrever o texto…

Raiva

Raiva é um sentimento de protesto, insegurança, timidez ou frustração, contra alguém ou alguma coisa, que se exterioriza quando o ego se sente ferido ou ameaçado. A intensidade da raiva, ou a sua ausência, difere entre as pessoas. Joanna de Ângelis[1] aponta o desenvolvimento moral e psicológico do indivíduo como determinante na maneira como a raiva é exteriorizada.

A raiva também pode ser um sentimento passageiro ou prolongado (rancor) e a expressão da irritabilidade e agressão humana. Outros nomes como fúriairacóleraódiocrueldade, etc. aplicam-se à distintas formas ou modulações desse sentimento que enquanto expressão do instinto de agressão é extensível aos demais vertebrados.

 

Segundo a wikipedia este é o significado de raiva.. no entanto acho-me capaz de descrever melhor o sentimento neste preciso momento…